A História do Festival de Gramado – Início até os anos 90

Gostaria de saber mais sobre o Famoso Festival de Gramado? Então essa sequência de textos na qual se conta a história desse importante evento é para você!

O Festival de Gramado possui seu início datado nos anos de 1960, momento em que um famoso e renomado crítico de cinema, com o auxílio do prefeito de Gramado naquele exato momento tomou a decisão de levá-lo para a cidade e transformá-lo em um Festival de Cinema, que viria a ser realizado em Gramado.

O início de tudo se deu quando na mostra da VIII Festa das Hortênsias, na qual o festival passara a receber uma grande quantidade de pessoas que deram suporte e apoio. Apesar desse fato, a próxima edição só foi realizada com o apoio da companhia Ortopé, uma vez que acredita-se que outras empresas se recusaram a oferecer patrocínios por causa do fato que muitos dos filmes da segunda edição fossem conhecidos por se encaixarem no gênero de pornochanchada.

O festival passou por diversos eventos, como crises econômicas e também políticas relativas à época da Ditadura, como em 1978, quando cineastas famosos divulgaram uma carta que mencionava que desejavam um maior apoio por parte do governo para a realização de produções no âmbito nacional, uma vez que as produções realizadas em solo brasileiro perdiam cada vez mais espaço para as produções realizadas em solo estrangeiro. No entanto, em 1990, no Governo do Presidente Fernando Collor foi realizada a edição de um pacote que tomou atitudes contra incentivos à cultura, sendo responsável inclusive pela extinção da Embrafilme.

Obviamente, uma vez que o festival perdeu um pouco de espaço devido ao fato de que não receberia tantos incentivos culturais como antigamente. Foi um episódio que marcou parte do controverso governo do então Presidente, que acabou por sofrer impeachment depois de alguns anos.

Bacana, não é? Essa é apenas uma parte da história de um dos maiores festivais de cinema realizados no Brasil.